23 de agosto de 2019 - 08:04

Economia

30/07/2019 10:33

Obra de recuperação de pontos emergenciais do córrego avança

Após dois meses da retomada pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), as obras de recuperação de pontos críticos do Córrego Mané Pinto, na Avenida Oito de Abril, no bairro Porto, em Cuiabá, avançam e o local começa a ganhar nova cara. O contrato para revitalização do córrego, idealizado para Copa de 2014, estava rescindido e foi restabelecido por ordem judicial.

Os trabalhos recomeçaram em junho e inicialmente estão sendo “atacados” pontos tidos como emergenciais, localizados, principalmente, nos entroncamentos das Avenidas São Sebastião e Ipiranga.

O secretário-adjunto de Obras Especiais, Isaac Nascimento Filho, explica que equipe técnica da Sinfra identificou que seria necessário, a princípio, concentrar os esforços nos serviços emergenciais porque ao menos oito pontos do córrego apresentavam risco de desabamento e ofereciam perigo à população que trafega na região.

“Detectamos desmoronamento nas paredes (talude), na parte inclinada do córrego. Para resolver o problema, primeiramente tratamos o fundo do canal e trabalhando nos taludes, com intenção de evitar novas ocorrências”, explicou ele.

Segundo a equipe técnica da Sinfra, os pontos de desmoronamento do córrego foram ocasionados pela infiltração da água da chuva, que provocou o escorregamento das placas nas paredes do córrego, deixando o aterro exposto.

“A medida que aumentaram as chuvas as placas foram levadas, gerando a erosão na margem da via”, relatou o engenheiro Adelmo Barros, que integra a superintendência de Gestão de Obras Especiais da Sinfra.

Para resolver a situação, foi realizada a reestruturação do fundo do canal do Córrego Mané Pinto, com a utilização dos chamados colchões reno, estruturas drenantes feitas com gabiões, e ainda a recomposição das paredes, com uso da mesma técnica, visando a proteção e a estabilização da margem.

“Por cima desses colchões é colocada ainda uma camada de concreto e é realizado, posteriormente, o acabamento. Com esse serviço, não haverá mais desmoronamento nesses pontos”, garantiu o engenheiro.

O superintende de Gestão de Obras Especiais, Edson Nivaldo Brasil de Oliveira, destacou que os serviços estão bastante avançados e que o trabalho vem sendo acompanhado de perto pela equipe de engenharia com a ajuda também de programas de alta tecnologia que possibilitam a visualização do canteiro de obras de forma real na tela do computador. “Dessa forma podemos fazer o antes e o depois, e comparar o quanto avançou”, revelou.

Obra retomada

A revitalização do Córrego Mané Pinto, na Avenida Oito de Abril, é uma obra de 2012, lançada visando a melhoria da região do bairro do Porto para a Copa de 2014, na qual Cuiabá foi uma das sedes. Até 2019, 67,3% dos serviços previstos em projeto haviam sido concluídos.

No ano de 2018, o contrato com construtora responsável da obra acabou sendo rescindido pelo não cumprimento do cronograma de execução. Porém, este ano, por decisão judicial, o rompimento foi suspenso e a construtora reassumiu os trabalhos. A ordem de reinício dos serviços foi emitida à empresa dia 5 de junho de 2019 e as atividades seguem no canteiro de obras.

Conforme o superintendente de Gestão de Obras Especiais, Edson Brasil, quase 70% da obra já havia sido concluída até 2014 com destaque para pavimentação da Avenida Oito de Abril e também toda a parte de instalação do tronco coletor de esgoto, que possibilitará que os dejetos não sejam mais jogados no córrego.

“O que falta fazer agora da obra como um todo é a revitalização do córrego, a adequação de todas as rotatórias ao longo da via, bem como a urbanização e a interligação dos ramais de esgoto que caem hoje no canal. Após a conclusão da obra, será uma mudança grande na região, inclusive o odor existente agora praticamente vai acabar”, avaliou ele, dizendo que o esgoto uma vez jogado no tronco coletor será levado para estação de tratamento no bairro Dom Aquino, deixando de ficar a céu aberto.

Cronograma

Pela ordem de reinício de serviço, publicada no Diário Oficial, a obra completa de revitalização do Córrego Mané Pinto é de 15 meses, com cronograma até o final do segundo semestre de 2020. “O projeto já foi refeito e definido. Essa é uma obra que veio agora para seguir e ser concluída”, afirmou o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Marcelo de Oliveira, dizendo que todos os esforços da pasta são nesse sentido.

 

 

Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.