20 de novembro de 2018 - 11:41

Educação

01/11/2018 09:55

Projeto leva orientações de saúde e educação a adolescentes do Socioeducativo

Levar orientações de educação e saúde para adolescentes tem se tornado constante no Centro de Atendimento Socioeducativo Feminino de Cuiabá (Case). Nove internas participaram durante três meses do projeto Teresa de Benguela, que foi concluído nesta semana.

O projeto é uma parceria entre a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos – Sejudh, Gerência de Formação Profissional do Adolescente e do curso de Extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso – IFMT.

A gerente de Formação do Adolescente, Raiani Dias Paulo, explica que esse projeto é ministrado por três professoras do IFMT, que uma vez por semana trabalhavam diversos temas envolvendo educação e saúde. “Foram realizadas várias palestras sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis, qualidade de vida, gravidez, violação de direitos, entre outros”.

A falta de informação segura é um motivo recorrente apontado por especialistas para os casos precoces de gravidez e também para a propagação de doenças sexualmente transmissíveis.

Considerando esses fatos, a Gerência de Formação Profissional do Adolescente tem como objetivo informar questões inerentes a esses assuntos, auxiliando também em problemas sociais e de saúde pública. "Principalmente a gravidez na adolescência, manifestação de doenças sexualmente transmissíveis, como sífilis, Aids, e todas as suas consequências”, afirma Raiani.

De acordo com a assistente administrativa da Case, Catiane Souza Ventura, os temas pretendem estimular a reflexão com as adolescentes. “A unidade socioeducativa sempre promove atividades como estas, visando à socialização dessas meninas. É de suma importância que elas aprendam coisas novas nesse período em que se encontram aqui, para auxiliá-las a refletir em formas de se viver melhor e em respeito consigo e com o próximo. Visando todos esses benefícios, é que diversos cursos são oferecidos na unidade. É uma forma de se trabalhar corpo e mente”, lembra Catiane. 

 

 

Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.