16 de abril de 2021 - 23:41

Polícia

07/04/2021 10:20

Reportagem revela novas denúncias contra hospital de Cuiabá; enfermeira teme ser morta

Após as denúncias realizadas pela técnica de enfermagem Amanda Delmondes Benicio contra o hospital São Judas Tadeu, outras famílias também relataram problemas estruturais e péssimo atendimento a pacientes internados no tratamento contra covid-19 no hospital localizado Jardim Califórnia, em Cuiabá.

Em uma reportagem exibida no programa Olho Vivo na Cidade (TV Cidade Verde 12.1), uma mulher que estava com o pai internado na unidade, disse que os documentos apresentavam divergência. Em um registro, o paciente estava registrado com sexo feminino.

Outra pessoa relatou que sua avó foi colocada em uma sala que não é uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo), uma das graves falhas que a técnica de enfermagem também apontou em reportagem exclusiva ao Estadão Mato Grosso na Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), momento em que registrava as denúncias na Polícia Civil. 

Várias outras denúncias esgtão sendo registradas contra o hospital que havia se tornado, até então, referência no tratamento da covid-19.

O Comando Geral da Polícia Militar já encaminhou ao Conselho Regional de Medicina (CRM-MT) e ao Ministério Público Estadual (MPE) uma solicitação de apuração na esfera administrativa e criminal, da denúncia de possível negligência sofrida pelo major PM Thiago Martinz durante internação em unidade hospitalar.

Ainda sem respostas para as graves denúncias, a técnica de enfermagem também relatou a emissora, estar sofrendo ameaças de morte

Em conversa com a nossa reportagem, Amanda contou que os profissionais que trabalham na unidade de saúde não sabem intubar corretamente os pacientes.

“Chega de dar aflição. O sangue escorre pela boca, nariz e ouvido. Infelizmente todos que são intubados ali morrem", contou.

 


Telefone para contato

(65) 3358-5258

© copyright 2018 Todos os direitos reservados.